Adicional de 25% – Grande Invalidez

O Aposentado por Invalidez que necessitar de auxílio permanente de um cuidador, possui direito a receber o acréscimo de 25%.

Este auxílio poderá, por exemplo, ser para tomar banho, necessidades fisiológicas, alimentação, ou simplesmente para ir ao médico ou caminhar. Logo, o Aposentado por Invalidez possui direito ao acréscimo, mesmo que o auxílio de terceiros não seja para todos os atos da vida diária.

Além disso, os beneficiários que NÃO são Aposentados por Invalidez, mas se tornaram inválidos ou venham a necessitar de auxílio permanente de um cuidador, poderão buscar o acréscimo de 25% através de ação judicial;

Entre as doenças graves, podemos citar como exemplo: Cegueiratotal; Perda de nove ou dez dedos das mãos; Paralisia dos dois membros superiores ou inferiores; Perda dos membros inferiores, acima dos pés, quando a prótese for impossível; Perda de uma das mãos e de dois pés, ainda que a prótese seja possível; Perda de um membro superior e outro inferior, quando a prótese for impossível;

Alteração das faculdades mentais com grave perturbação da vida orgânica e social; Doença que exija permanência contínua no leito; Incapacidade permanente para as atividades da vida diária. Esta lista é exemplificativa, dependendo do caso concreto, poderá ser estendida à outras doença.